UM VINHO, POR FAVOR!

Os dias de inverno pedem. As noites, também. Um belo vinho para aquecer a garganta, o astral e o coração. A estação mais elegante do ano rima com cachecol, fondue de queijo, boa companhia e algumas taças de vinho, é claro. Vale um tinto para acompanhar refeições mais pesadas, como uma bela massa.

O inverno é ótima ocasião para beber sem culpa um vinho mais potente, escuro, com boa passagem pelos tonéis de madeira. Vinhos com um sabor muito mais acentuado da fruta, aquele quê de baunilha marcante, longo. Os vinhos leves que nos perdoem e esperem contritos em alguma adega, até o verão chegar. Agora, a gente quer um vinho de respeito.

Para apreciar um belo tinto, por exemplo, basta tirar a rolha e despejá-lo na taça. Se quiser aplicar um choque rápido de temperatura, uma dica é deixar a garrafa no sereno da noite por meia hora. Se os deuses do vinho o abençoam lá de cima, a gente não sabe, mas que fica maravilhoso, ah, isso é perfeitamente conferível.

NOSSO VINHO

O Brasil tem tintos espetaculares, nascidos do casamento feliz entre o país do futebol e a experiência milenar dos italianos que se aportaram por aqui. Entre nossos melhores exemplares estão os que brotam da Serra Gaúcha, sobre a batuta da conhecida técnica do Vêneto, que consiste no apassimento das uvas – a mesma arte usada nos amarones.

Também por aqui, as uvas são secas em caixas abertas e só depois passam pela fermentação. De alquimias assim, nascem os vinhos brasileiros de alma italiana, feitos com uvas dos vinhedos gaúchos. O brasileiro já domina muito bem a técnica de mesclar uvas para obter um vinho potente, com boas frutas, um toque de couro, terroso e uma carga boa de concentração, o que pode ser conferido em nossos melhores merlot, cabernet sauvignon, tannat e nebioolo.

Para os entendidos ou iniciantes, o que não falta são belas ofertas e muitas opções nas prateleiras, pois o inverno é uma espécie de Natal do comércio de vinhos.

No Garden há cestas de ofertas completas para você conferir bem de perto e depois abrir a sua garrafa escolhida. Afinal, a vida é para ser celebrada. Tim tim!

 

Nenhum Comentário

Deixe um comentário