MOCHILA CARREGA SONHOS. ESCOLHA COM CARINHO!

Ano novo, escola nova, novos planos. E toda a criançada se agita precisando de uma mochila para comportar tantas novidades. Escolher o modelo ideal não é tão fácil quanto parece.  Além de ter que procurar por aquela cujo aspecto seu filho irá gostar, é preciso atentar-se às especificações de uso da mochila.

Alguns modelos servem tanto para as meninas quanto para os meninos, mas a grande maioria prefere mesmo escolher uma bem específica, com base em seus personagens de desenhos e heróis.  Será preciso encontrar algo com que eles se identifiquem, pois, certamente, irão conviver muito com a nova companheira.

Além da escola, existem muitos outros lugares que a criança pode usar a mochila. Em um passeio da turma, uma ida ao parque, zoológicos e muitos outros. A variedade de modelos é tão grande que dificulta a decisão na hora da compra. Mas alguns cuidados são imprescindíveis.  Se a criança carregar muito peso pode ficar com dores nas costas, por isso é sempre bom ver a quantidade de objetos que ela irá transportar. Não é aconselhável levar alimentos e lancheiras dentro da mochila, estes devem ser levados à parte para não aumentar o peso, não derramar nos cadernos.

Muitos modelos de mochilas não são aconselháveis para certa idade, por isso é sempre bom levar a criança na hora da compra e prestar atenção ao tamanho da mochila escolhida. As crianças costumam usar mochilas a partir dos três anos, quando começam a frequentar a escola. De qualquer forma é necessário levar em consideração, o peso e o modelo da mochila para que a criança não carregue nada pesado demais ou desconfortável para elas.

Entre os 4 e 5 anos, o mais aconselhável é que a criança use apenas uma lancheira, que é bem mais leve. E caso seja necessário o uso da mochila por causa do material didático, que seja de rodinhas. Aos 6 e 7 anos, ainda é recomendável o uso da mochila de rodinhas, mas já é possível carregar uma às costas, desde que não tenha peso demais.  A mochila de costas passa a ser liberada entre os 12 e 13 anos, mas, mesmo assim, ela precisa estar dentro de critérios estabelecidos, ou seja, nada muito pesado.

Algumas crianças preferem as mochilas tradicionais, mais básicas, enquanto outros preferem aquelas cheias de detalhes. Apesar da preferência dos pequenos, as mães sempre terão que monitorar se o modelo é o ideal para a idade e para o peso da criança.

A mochila com rodinhas é indicada para carregar pouco peso e tem a função de poupar o esforço da coluna. O problema são obstáculos no caminho. Correr puxando a mochila pode ser perigoso. As mochilas tradicionais têm a vantagem de distribuir o peso, que ficará equilibrado nos dois ombros, nem por isso poderá ser pesada demais.

Considere o tamanho, ajuste as alças, reveja o tipo de material. Uma lei criada no ano 2000, regulamenta e limita o peso das mochilas em 10% do peso corporal da criança. A lei não vigorou, mas é o que continua a ser aconselhado pela Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia.

Nenhum Comentário

Deixe um comentário