FESTA JULINA PARA CONTINUAR A ALEGRIA

Festa Julina é porque a alegria deve continuar! Esta expressão vem se tornando mais popular a cada ano. O termo faz referência às tradicionais festas juninas, que por algum motivo, pularam para o mês de julho e se tornaram julinas. Se o que é bom deve durar porque merece continuidade, eis, pois, mais festas do gênero em julho. Seja para comemorar as férias escolares ou simplesmente ser festa mesmo,  com muita diversão e alegria.

O Via Café não fica fora dessa e já providenciou um cardápio de atividades julinas, com festa no melhor estilo. Tem shows, tem danças, comidas típicas  e muita diversão. Se tem frio também, mais perfeito ainda pois sugere aqueles figurinos típicos, com botas até os joelhos e muita camisa xadrez de flanela. Gorros e chapéus ajudam a compor este look quentinho e característico.

Festa de santos populares 

Você sabia que estas festas existem desde a Idade Média? Sim, já naquela época, era uma celebração aos chamados Santos Populares (Santo Antonio, São João e São Pedro). E sempre comemoradas com os mesmos símbolos padrões. Tinha a dança da quadrilha, a fogueira, o “casamento na roça” e as comidas típicas. Em um país grande como o nosso, óbvio que “comidas típicas” mudam de região para região. Naturalmente, iremos preparar para as festas, pratos com os ingredientes que temos com maior fartura em cada lugar.

Milho verde e amendoim

O milho verde, por exemplo, é colhido nesta época do ano no Nordeste. Razão pela qual é o ingrediente básico de grande maioria dos pratos e petiscos. Já o repertório musical, foi trazido para o Brasil pelos portugueses, durante o período da colonização do país.  Mas como tudo que viaja muito, sofreu algumas alterações pelo caminho. No Brasil, esta tradição também recebeu influências de outras etnias, costumes indígenas e africanos.

Eles também já realizavam suas celebrações durante o inverno do Hemisfério Sul, e em razão do frio, já serviam pratos quentes, como caldos e canjicas. Desta forma, a festa junina europeia ganhou por aqui ingredientes novos, tanto no estilo visual, quanto na culinária, em especial com a introdução do amendoim, milho e mandioca no cardápio obrigatório. E se tem comida e alegria, festa é bom qualquer dia!

 

 

Nenhum Comentário

Deixe um comentário