Fim de férias, aproveitem!

As férias escolares caminham para o fim, trazendo alegria para uns e tristeza para outros. Algumas crianças não veem a hora de estrear a mochila e os cadernos novos e rever os amigos. Outras prefeririam mesmo era continuar a dormir bem quietinhas em suas casas. Mas ficar nos joguinhos ou vendo o Youtuber favorito até tarde da noite já não dá mais. Por outro lado, ainda dá tempo de fazer um montão de coisas nesta semana curta que antecede a volta às aulas. Que tal passear no Via Garden e aproveitar as ofertas para escolher aqueles materiais pendentes da lista? Dá para curtir um filme bacana, aliviar o calorão tomando sorvete e ainda usufruir dos brinquedos montados para a garotada!

Hora de queimar energia nas bicicletas e voltar cansado para a casa.

Esses momentos de pura curtição podem ajudar os pais a reajustarem o reloginho biológico dos filhos, em especial as que estão entrando para a adolescência.  Aquele período da vida em que ficar acordado até tarde conversando com amigos no celular, é sinônimo de emancipação. Os próprios educadores defendem uma volta “mais suave” à rotina. Uma espécie de readaptação ao dia a dia escolar, com imposição clara de horários e limites, mas sem choque.

É preciso ser criança, escorregar, esconder e pular muito!

Readaptação da rotina!

Levar as crianças para passear ao ar livre ou em brinquedos pode começar a fazer a diferença. A atividade vai propiciar cansaço físico e a chega do sono mais cedo. Estratégia perfeita para o finalzinho das férias! Então, ao invés de discursos bravos cobrando responsabilidade com horários de quem ainda nem chegou aos 10 anos, que tal, bater uma bolinha com o seu filhote, nadar aproveitando o calor e deixa-lo cheio de vontade de dormir mais cedo?

Na véspera da volta às aulas, uma varredura na geladeira, finalizar os potes de sorvete, chocolates, refrigerantes.  Quem sabe um cardápio mais caseiro, com mais legumes para ajudar o organismo a entrar no eixo? Segundo os nutricionistas, funciona.

Mas até lá, não é pecado deixá-los serem apenas crianças, se fartarem de doces e sorvetes, desde que cumpram a parte deles: escovar os dentes. Brincar muito e pular até sentir fome, devorar metade da pizza na praça de alimentação e voltarem felizes e sorridentes para a casa.

Para os pais, a certeza de aproveitar o melhor momento da compania deles, antes que se tornem crescidos e independentes demais. Então, antes que fiquem mais altos do que nós, bora não desperdiçar nenhum pouquinho de qualquer finalzinho de férias. Antes que os pais deixam de ser companhias imprescindíveis.

Nenhum Comentário

Deixe um comentário